Brexit:

un análisis de la salida del Reino Unido de la Unión Europea (artículo en portugués)

  • Brenda Castiglioni Pedroza Faculdade de Direito de Vitória – FDV
  • Marcelo Fernando Quiroga Obregón Faculdade de Direito de Vitória – FDV
Palabras clave: Brexit, Reino Unido, Unión Europea, Europa, referéndum, economía, política, crisis migratoria, bloque económico, soberanía, Inglaterra, Escocia.

Resumen

El presente trabajo pretende analizar las causas y posibles consecuencias de la salida del Reino Unido de la Unión Europea. Cabe señalar que este movimiento fue organizado por la sociedad británica y se llama Brexit. Para ello, era necesario explicar brevemente el contexto en el que se creó el bloque económico y el papel del Reino Unido, históricamente, en su integración. Ha habido muchas razones para Brexit, como la soberanía política y económica del Reino Unido, la crisis de los refugiados y también el nacionalismo británico. Así, mediante el método dialéctico, basado principalmente en noticias periodísticas y artículos científicos, se demuestra las posibles razones para celebrar un referéndum en el que el 52% de la población votó por la separación. Además, también se indica las probables repercusiones sociales, políticas y económicas de la salida del Reino Unido de la Unión Europea.

Biografía del autor/a

Brenda Castiglioni Pedroza, Faculdade de Direito de Vitória – FDV

Aluna da Graduação do Curso de Direito da Faculdade de Direito de Vitória – FDV.

Marcelo Fernando Quiroga Obregón, Faculdade de Direito de Vitória – FDV

Doutor em Direitos e Garantias Fundamentais na Faculdade de Direito de Vitória – FDV. Mestre em Direito Internacional e Direito Comunitário pela PUC-MG. Especialista em Política Internacional pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Graduado em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo, Coordenador Acadêmico do curso de especialização em Direito Marítimo e Portuário da Faculdade de Direito de Vitória – FDV, Professor de Direito Internacional e Direito Marítimo e Portuário nos cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Direito de Vitória – FDV.

Citas

A crise da migração. COMISSÃO EUROPEIA. 05 07 2017. Disponível em: <http://publications.europa.eu/webpub/com/factsheets/migration-crisis/pt/> Acesso em: 16 ago. 2018.

ARTIGO 50.º: As futuras relações entre a UE e o Reino Unido. EUROPARL. Dia 29 03 2017. Disponível em: < http://www.europarl.europa.eu/news/pt/headlines/eu-affairs/20170324STO68408/artigo-50-o-as-futuras-relacoes-entre-a-ue-e-o-reino-unido> Acesso em: 14 ago. 2018.

AS maiores economias do mundo em 2018. TERRESTRES. Dia 01 05 2018. Disponível em: < https://www.forte.jor.br/2018/05/01/as-maiores-economias-do-mundo-em-2018/> Acesso em: 15 ago. 2018.

BAGUS. Philipp. As causas do Brexit, a história da União Europeia e suas duas ideologias conflitantes. Disponível em: <https://www.mises.org.br/ArticlePrint.aspx?id=2449> Acesso em: 16 ago. 2018.

BEZERRA. Juliana. Brexit. Disponível em: < https://www.todamateria.com.br/brexit/> Acesso em: 17 ago. 2018.

BREXIT: o que ainda está em discussão sobre o 'divórcio' do Reino Unido e da União Europeia. BBC. Dia 04 12 2017. Disponível em: < https://www.bbc.com/portuguese/internacional-42220992> Acesso em: 14 ago. 2018.

CHEGADA de refugiados e migrantes na Europa em 2015 passa de 1 milhão. G1. Dia 22 12 2015. Disponível em: <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/12/chegada-de-refugiados-e-migrantes-na-europa-em-2015-passa-de-1-milhao.html>. Acesso em: 16 ago. 2018.

CUNHA. Carolina. Brexit: Reino Unido decide deixar a União Europeia. Disponível em: < https://vestibular.uol.com.br/resumo-das-disciplinas/atualidades/brexit-reino-unido-decide-deixar-a-uniao-europeia.htm> Acesso em: 18 ago. 2018.

ESCÓCIA congela referendo de independência até conclusão do Brexit. AGÊNCIA BRASIL. Dia 28 06 2017. Disponível em: < http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2017-06/escocia-congela-referendo-de-independencia-ate-conclusao-do-brexit>. Acesso em: 17 ago. 2018.

ESCÓCIA diz 'não' à independência e se mantém no Reino Unido. G1. Dia 19 09 2014. Disponível em: < http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/09/escocia-diz-nao-independencia-e-se-mantem-no-reino-unido.html> Acesso em: 17 ago. 2018.

GESSAT. Rachel. 1975: Ingleses aprovam ingresso na UE. Disponível em: < https://www.dw.com/pt-br/1975-ingleses-aprovam-ingresso-na-ue/a-1226088> Acesso em: 14 ago. 2018.

GOVERNO britânico anuncia plebiscito sobre permanência na União Europeia. BBC. dia 20 04 2016. Disponível em: < https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/02/160220_uk_referendo_data_fica_ue_rp>. Acesso em: 14 ago. 2018.

IANDOLI. Rafael. Brexit: por que nacionalismo e nostalgia pesaram mais do que o sonho de integração. Disponível em: < https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/06/25/Brexit-por-que-nacionalismo-e-nostalgia-pesaram-mais-do-que-o-sonho-de-integra%C3%A7%C3%A3o> Acesso em: 15 ago. 2018.

INÍCIO do Brexit cabe ao Parlamento, decide Suprema Corte no Reino Unido. GLOBO. Dia 24 01 2017. Disponível em: < http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2017/01/inicio-do-brexit-cabe-ao-parlamento-decide-suprema-corte-no-reino-unido.html> Acesso em: 14 ago. 2018.

LANG. João Pedro. Brexit: o início do fim da União Europeia? Disponível em: < http://mercadopopular.org/2016/06/brexit-o-inicio-do-fim-da-uniao-europeia/> Acesso em: 17 ago. 2018.

Publicado
2019-12-16
Sección
VARIOS