Notas conceptuales sobre la fuerza mayor desde la perspectiva del sistema jurídico laboral brasileño

(artículo en portugués)

Palabras clave: Brasil, Derecho Laboral, consolidación de leyes de trabajo, coronavirus.

Resumen

Este artículo tuvo como objetivo analizar el instituto de fuerza mayor desde la perspectiva del sistema jurídico laboral brasileño. La investigación se justificó debido a controversias derivadas de la pandemia causada por Sars-CoV-2 (coronavirus), con respecto a la caracterización, o no, de algunos eventos como fuerza mayor. Además de este contexto, el problema de esta investigación fue analizar aspectos conceptuales de fuerza mayor desde el punto de vista del derecho laboral en Brasil. La Covid-19 fue manejada como parámetro, sin embargo, el problema se limitó a la caracterización de fuerza mayor en el orden jurídico laboral. La investigación, basada en el método dialéctico, concluyó, como resultado, que la fuerza mayor, en el derecho laboral, tiene especificidades que deben ser consideradas en el momento de su caracterización, sin perjuicio del necesario diálogo con el derecho civil.

Biografía del autor/a

Vitor Salino de Moura Eça, PUC-MG e TRT 3 Região

Pós-doutorado em Direito Processual Comparado pela Universidad Castilla-La Mancha, na Espanha. Pós-doutorado em Direito Processual Internacional na Universidad de Talca – Chile. Juiz do Trabalho no TRT da 3ª Região. Professor Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas) (CAPES 6) do programa de mestrado e doutorado em Direito, na área de Direito Processual, onde é Líder do Grupo de Pesquisa Direito Processual Comparado. Professor visitante em diversas universidades nacionais e estrangeiras. Professor conferencista na ENFAM e na ENAMAT. Pesquisador do Centro Europeo y Latinoamericano para el Diálogo Social (CELDS), España, e do Centro de Estudios de Derecho del Trabajo y de la Seguridad Social (CENTRASS), Chile. Membro efetivo, dentre outras, das seguintes sociedades: Academia Brasileira de Direito da Seguridade Social (ABDSS); Academia Brasileira de Direito do Trabalho (ABDT); Associação Brasileira de Direito Processual – ABDPro; Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP); Asociación Iberoamericana de Derecho del Trabajo y de la Seguridad Social (AIDTSS) e da Societé Internationale de Droit du Travail et de la Sécurité Sociale.

Suélen Ramos de Oliveira, Faculdade de Direito de Vitória – FDV

Pós-graduanda em Direito Individual e Processo do Trabalho pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Advogada licenciada.

Bruno Gomes Borges da Fonseca, Sro, Faculdade de Direito de Vitória e Ministério Púbico do Trabalho - Brasil

Pós-doutorado em Direito pela PUC-Minas. Pós-doutorado em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Doutor e Mestre em Direitos e Garantias pela FDV. Procurador do Trabalho na 17ª Região. Professor da graduação e da pós-graduação da FDV. Professor colaborador no Programa de Mestrado Profissional em Gestão Pública da UFES. Ex-Procurador do Estado do Espírito Santo. Instagram: @brunobgdafonseca.

Citas

AZEVEDO, Álvaro Villaça. Curso de direito civil. Teoria geral das obrigações e responsabilidade civil. 13. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2019. v. II. E-book.

BELMONTE, Alexandre Agra. Imprevisão, força maior, fato do príncipe e as normas excepcionais temporárias para enfrentamento dos impactos da covid-19 nas relações de trabalho. In: O Direito do Trabalho na crise da COVID-19. Salvador: Editora JusPodivm, 2020. p. 435-458. E-book.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2019]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 21 abr. 2020.

BRASIL. Decreto Legislativo n. 6, de 20 de março de 2020. Reconhece, para os fins do art. 65 da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, a ocorrência do estado de calamidade pública, nos termos da solicitação do Presidente da República encaminhada por meio da Mensagem nº 93, de 18 de março de 2020. Brasília, DF: Presidência da República, [2020b]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/portaria/DLG6-2020.htm. Acesso em: 21 abr. 2020

BRASIL. Decreto-Lei n. 5.452, de 1º de maio de 1943. Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Brasília, DF: Presidência da República, [2020c]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/Del5452.htm. Acesso em: 21 abr. 2020.

BRASIL. Lei n. 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Brasília, DF: Presidência da República, [2020d]. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10406.htm. Acesso em: 28 maio 2020.

BRASIL. Lei n. 8.036, de 11 de maio de 1990. Dispõe sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2020e]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8036consol.htm#:~:text=O%20PRESIDENTE%20DA%20REP%C3%9ABLICA%20%2C%20fa%C3%A7o. Acesso em: 22 jul. 2020.

BRASIL. Lei n. 14.010, de 10 de junho de 2020. Dispõe sobre o Regime Jurídico Emergencial e Transitório das relações jurídicas de Direito Privado (RJET) no período da pandemia do coronavírus (Covid-19). Brasília, DF: Presidência da República, [2020f]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/lei/L14010.htm. Acesso em: 15 jul. 2020.

BRASIL. Medida provisória n. 927, de 22 de março de 2020. Dispõe sobre as medidas trabalhistas para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (covid-19), e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2020a]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/Mpv/mpv927.htm. Acesso em: 9 maio 2020.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Recurso especial n. 1612887/PR. Relator: Ministra Nancy Andrighi. Terceira Turma. Julgamento: 28.4.2020. Publicação: DJe 7.5.2020. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/processo/revista/inteiroteor/?num_registro=201601778772&dt_publicacao=07/05/2020. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Agravo interno no recurso especial n. 1646967/RJ. Relator: Ministro Moura Ribeiro. Terceira Turma. Julgamento: 20.4.2020. Publicação: DJe 23.4.2020. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/processo/revista/inteiroteor/?num_registro=201700010599&dt_publicacao=23/04/2020. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. Súmula n. 44. Redação original RA n. 41/1973, DJ 14.06. 1973. Revisão e manutenção: Resolução n. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 Disponível em: http://www3.tst.jus.br/jurisprudencia/Sumulas_com_indice/Sumulas_Ind_1_50.html#SUM-44.Acesso em: 23 jul. 2020.

CASSAR, Vólia Bomfim. Direito do trabalho. 15. ed. rev. atual. 2. reimp. Rio de Janeiro: Forense/São Paulo: Editora Método, 2018.

COELHO, Fabiano; GASPAR, Danilo Gonçalves; MIZIARA, Raphael; SOUZA JÚNIOR, Antonio Umberto. A polêmica acerca da configuração do fato do príncipe. In: Covid- 19 e os impactos na área trabalhista. Volume único, p. 40, 2020. Editora Revista dos Tribunais, 2020, E-book.

DALLEGRAVE NETO, José Affonso. Normas regulamentadoras e saúde do trabalhador em tempos de coronavírus. In: O Direito do Trabalho na crise da COVID-19. Salvador: Editora JusPodivm, 2020, p. 236-256. v. único. E-book.

DELGADO, Mauricio Godinho. Curso de direito do trabalho. 14. ed. São Paulo: LTr, 2015.

DINIZ, Maria Helena. Curso de direito civil brasileiro. Teoria geral das obrigações. 34. ed. São Paulo: Saraiva, 2009. v. 2.

EÇA, Vitor Salino de Moura; OLIVEIRA, Suélen Ramos de; FONSECA, Bruno Gomes Borges da. Suspensão de cumprimento de acordos trabalhistas e força maior. 2020. (prelo).

FONSECA, Bruno Gomes Borges da; LEITE, Carlos Henrique Bezerra. Limites da aplicabilidade do artigo 15 do novo Código de Processo Civil no processo do trabalho. Revista Magister de Direito do Trabalho. São Paulo, v. 79, jul./ago. 2017, p. 54-72.

GAGLIANO, Pablo Stolze. Comentários à Lei da Pandemia (Lei nº 14.010, de 10 de junho de 2020 - RJET). https://jus.com.br/artigos/46412/comentarios-a-lei-da-pandemia-lei-n-14-010-de-10-de-junho-de-2020-rjet. Jun. 2020. Acesso em: 15 jul. 2020.

LÔBO, Paulo. Direito civil. Obrigações. 8. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2020. v. 2. E-book.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia científica. 5. ed. rev. ampl. São Paulo: Atlas, 2007.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnica de pesquisa. 7. ed. rev. ampl. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTINEZ, Luciano. Curso de Direito do Trabalho. 10. ed. São Paulo: Saraiva, 2019. E-book.

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Coronavírus (covid-19). Dados do setor. Brasília, 2020. Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#o-que-e-covid. Acesso em: 21 abr. 2020.

MONTEIRO, Washington de Barros; MALUF, Carlos Alberto Dabus. Curso de direito civil. direito das obrigações. 1ª parte. 40. ed. São Paulo: Saraiva, 2015. v. IV. E-book.

MORAES FILHO, Evaristo de; MORAES, Antonio Carlos Flores. Introdução ao direito do trabalho. 11. ed. São Paulo: LTr, 2014.

PAMPLONA FILHO, Rodolfo; GAGLIANO, Pablo Stolze. Novo curso de direito civil. 21. ed. São Paulo: Saraiva, 2020. v. 2. E-book.

SILVA, De Plácido e. Vocábulo jurídico. 28. ed. atualizado por Nagib Slaibi Filho e Gláucia Carvalho. Rio de Janeiro: Editora Forense, 2009.

WALD, Arnoldo; CAVALCANTI, Ana Elizabeth L. W; PAESANI, Liliana Minardi. Direito civil: direto das obrigações e teoria geral dos contratos. 22. ed. São Paulo: Saraiva, 2015. v. 2. E-book.

Publicado
2021-01-01
Cómo citar
Eça, V., Oliveira, S., & Fonseca, B. (2021). Notas conceptuales sobre la fuerza mayor desde la perspectiva del sistema jurídico laboral brasileño. Derecho Y Cambio Social, (63), 179-193. Recuperado a partir de https://lnx.derechoycambiosocial.com/ojs-3.1.1-4/index.php/derechoycambiosocial/article/view/423
Sección
DERECHO LABORAL